Golfe

“Pinheiros altos, flores coloridas (sobretudo azáleas e hortênsias), diversos lagos naturais e uma manutenção irrepreensível conferem ao campo de golfe da ilha Terceira uma marca dominante da beleza natural da ilha, a que a existência de vários “tees” em cada um dos buracos dá um toque de percurso de campeonato e transforma o jogo numa experiência inesquecível. O buraco 18 – um par 3 – é considerado o mais difícil do campo, pois o “green”, com fortes inclinações e linhas muito difíceis de ler, é protegido por árvores e lagos. Para trás ficaram alguns testes bem exigentes para golfistas de todos os níveis, como o 10 (um para 4 que atravessa uma ravina e que tem um obstáculo de água na frente do “green”) e o 17 (um comprido par 5, com a água a dificultar o “approach”).”

Por: Visit Portugal